Notícias

Acompanhamento do profissional da voz - Dr. Miguel Andrade Neto
     29/10/2015
Acompanhamento do profissional da voz - Dr. Miguel Andrade Neto

Saiba mais sobre saúde vocal com Dr. Miguel Andrade Neto

Analisando a repercussão das doenças laríngeas nos profissionais da voz, o que podemos encontrar mais comumente nesse perfil de paciente?  

Os profissionais da voz sofrem muito em decorrência do abuso vocal. E quando não há um acompanhamento especializado desses profissionais, alterações mais simples (ditas "funcionais") podem tornar-se complexas e originar lesões "orgânicas", cujo tratamento pode ser mais lento e, às vezes, demandar, inclusive, abordagem cirúrgica. As alterações funcionais são ocasionadas muitas vezes por hábitos inadequados, mas passíveis de correção com um acompanhamento otorrinolaringológico e fonoaudiológico. Já as lesões orgânicas, como os nódulos (ou calos) e pólipos, podem não regredir apenas com tratamento clínico e, eventualmente, necessitar de uma intervenção cirúrgica otorrinolaringológica.  

   

Que orientações devem ser seguidas para evitar esse tipo de dano?  

Primeiramente é fundamental que os profissionais da voz tenham acompanhamento especializado com o otorrino e o fonoaudiólogo, além do professor de canto, quando se trata de cantores amadores ou profissionais. Mas uma série de cuidados simples devem ser seguidos e são fundamentais para uma adequada saúde vocal: evitar falar em demasia quando não estiver trabalhando, não gritar, não falar em ambiente ruidoso, evitar alimentos muitos quentes ou muito gelados, evitar alimentos que predisponham ao refluxo... Mas, sem dúvida, o hábito mais abominável para a saúde do ser humano é o tabagismo. E isso se aplica também à laringe, já que o cigarro pode ocasionar danos severos especialmente às cordas vocais, inclusive neoplasias malignas. Além disso, o consumo de bebidas alcoólicas, café, refrigerante, excesso de laticínios, exposição à poeira, gases industriais e ambientes com temperaturas muito baixas e com pouca umidade também podem causar prejuízo à nossa voz. Em contrapartida, o consumo de frutas e a ingesta de água são hábitos bastante saudáveis para a nossa laringe e devem sempre ser estimulados pelos profissionais de saúde.  

   

Com que frequência o profissional da voz deve procurar seu otorrinolaringologista?  

Os profissionais da voz devem ser avaliados ao menos duas vezes ao ano. Para os indivíduos que não fazem uso profissional da voz, uma visita anual é suficiente. Mas todo e qualquer paciente com mais de 7 dias de rouquidão deverá prontamente procurar o otorrino para uma consulta.  

   

Quais sinais denunciam a presença de problemas por uso excessivo da voz?  

O sintoma que mais chama a atenção para as doenças da laringe realmente é a rouquidão. Mas, além disso, o surgimento de dor ao falar também denuncia um mau uso da voz. Outros sintomas como dificuldade ou dor ao deglutir, tosse crônica, sensação de "bolo na garganta" e pigarro devem também ser levados em consideração, pois podem denotar alguma patologia laríngea.  

   

Como é realizado o tratamento vocal na Clínica Otorhinus?  

A Clínica OTORHINUS dispõe de profissionais capacitados para atender todo e qualquer tipo de patologia vocal, diagnosticar com precisão através de exames complementares específicos, bem como orientar medidas preventivas e reabilitar aqueles com lesões já instaladas, seja através de procedimentos cirúrgicos ou através da fonoterapia. Na nossa clínica realizamos exames de vídeo-laringoscopia em todos os pacientes que apresentem qualquer queixa relacionada ao aparelho vocal. É um exame de suma importância, já que permite visualizar diretamente toda a laringe e diagnosticar de forma acurada as lesões vocais. Além disso, a simplicidade na execução do exame, onde utilizamos, quando necessário, apenas anestésico tópico em spray, traz a certeza de segurança e conforto na realização do mesmo. Dispomos ainda da vídeo-laringo-estroboscopia, que vai além e nos capacita a diagnosticar lesões que passariam despercebidas por outros métodos diagnósticos, agregando ainda mais qualidade ao já conhecido parque tecnológico da Clínica OTORHINUS.

Dr. Miguel Andrade Neto

Marcação de Consultas 71 2108-4812   /   71 3507-3555
Convênios
Onde estamos
Centro Médico Hospital Português
Av. Princesa Isabel, 914, Salas 110 a 114 Barra Avenida, Salvador - BA Cep: 40140-901 Telefone: 71 3507-3555

Centro Médico Hospital Aliança
Av. Juracy Magalhães Junior, 2096, Sala 210 Rio Vermelho, Salvador - BA Cep: 41920-000 Telefone: 71 2108-4812
Fale Conosco


Facebook
© Copyright 2013, CLÍNICA OTORHINUS. Todos os direitos reservados.